Cerveja Artesanal no Brasil - A paixão, a Expansão e os Oportunistas de plantão

23.09.2014

 

A paixão do brasileiro por cerveja e a notável expansão do mercado de cervejas especiais por aqui

 

O Brasil é o 33o no ranking que mede o consumo de cerveja em quase todos os países do mundo. Que o brasileiro adora cerveja a gente já sabe. Mas, poucos descobriram que existe um outro mundo fora da rota das grandes e consagradas marcas do mercado nacional.

 

Estamos falando das cervejas artesanais/especiais, o que os americanos chamam de "craft beer". Lá, o mercado de cervejas especiais já representa quase 10% do faturamento das cervejarias, enquanto aqui, nas previsões mais otimistas, as cervejas artesanais representam 0,3% do mercado. Temos pouco mais de 350 cervejarias registradas e funcionando legalmente no Brasil enquanto os Estados Unidos, por exemplo crescem 350 cervejarias por ano.

 

A paixão do brasileiro por cerveja e a notável expansão do mercado de cervejas especiais por aqui, atraiu gente de todo tipo. Desde pessoas sérias, que fazem, vendem, distribuem ou importam cervejas, até aqueles oportunistas que enxergam no mercado apenas mais uma forma de faturar um pouco mais. O que não é necessariamente ruim em um mercado em expansão. O tempo pode nos tratar de dizer quem veio para ficar e quem veio apenas surfar nessa onda e depois vai sumir aos poucos.

 

 

O saldo dessa balança até agora é mais ou menos o seguinte: o consumidor

tradicional de cerveja ainda não teve acesso a esse nicho, ou porque não

sabe que existe, ou porque acha o produto caro em relação a cerveja que está acostumado a comprar. Enquanto o consumidor que já conhece e que aprecia cervejas artesanais está sendo bombardeado de lançamentos, eventos, festas e degustações voltadas para ele.

 

É uma grande onda, e o consumidor está aproveitando e bem essa onda. As 

marcas que estão fazendo um bom trabalho já começaram a colher os frutos, prova disso é a cervejaria mineira Wäls que ganhou uma inédita medalha de ouro para o Brasil na Copa do Mundo das cervejas este ano.

 

O que falta para o mercado crescer mais e alcançar esse consumidor que ainda nem sabe de sua existência? Muita coisa. Alguns acham que é só fazer a cerveja e colocar na prateleira, enquanto importadores acham que basta apenas trazer a cerveja para o Brasil e pronto, ela vai vender.

 

Falta branding, planejamento, ações em ponto de venda, logística e entrega

eficientes apenas para citar alguns fatores. A qualidade das cervejas produzidas artesanalmente aqui é indiscutível, mas, para crescer, aparecer e se manter firme em um mercado tão competitivo e com players tão grandes é preciso mais do que um produto de qualidade. É preciso estar antenado para a importância de ter um bom relacionamento com varejistas.

 

Como boas ações e práticas de marketing de varejo podem fazer a diferença no mercado de cervejas especiais? Vamos discutir isso em nossa próxima coluna.

 

Carlos Alves Jr.

Fundador do http://www.beerrockclub.com.br

Please reload

Inscreva-se no mailing do grupo ! :-)

Posts em Destaque

Melhores de 2014 : Cerveja Artesanal São Paulo

05.12.2014

1/10
Please reload

Posts Recentes